Dados do Acervo - Dissertações

Número de Chamada   
 
CETD     UFSC     PPSI    0057   
Autor Principal Prates, Emerson Juliano
Demais autores Guerra, Rogerio Ferreira, orientador
Autor(es) Entidade(s) Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Título Principal Comportamento biparental e interação entre fêmeas e machos durante a parturição e estro pós-parto em gerbilos da mongólia (Meriones unguiculatus) [dissertação] / Emerson Juliano Prates ; orientador, Rogério Ferreira Guerra. -
Publicação Florianópolis , 2002.
Descrição Física 106 f. : grafs., tabs. ; 30 cm
Notas Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Bibliografia : f. 94-105.
Notas de Resumo O comportamento biparental dos gerbilos da Mongólia foi estudado comparativamente 1h antes do parto, durante o parto e estro pós-parto (n=12). Para isso, o comportamento dos casais foi gravado por meio de uma câmara de vídeo, 24h antes e 24h após o parto. Os resultados foram analisados através de uma TV e vídeo cassete. Foi utilizado um software (SmartRat) e um microcomputador para o registro da freqüência e duração de cada comportamento dos indivíduos adultos. Segundo os resultados o parto ocorreu entre 16-4h e durou entre 2-3h. Já, o estro pós-parto, ocorreu entre 12-15h após o nascimento dos filhotes, com duração de 5-12h. A análise dos dados indicou que: 1) os casais apresentaram cuidados parentais 1h antes do parto, durante o parto e estro pós-parto; 2) as mães apresentaram maior tempo e/ou freqüência de cuidado parental do que os pais; 3) os pais nunca recuperaram filhotes ou transportaram material de ninho na boca; 4) o comportamento paterno foi mais circunstancial que obrigatório; 5) o comportamento parental e sexual ocorreram paralelamente durante o estro pós-parto e 75% das mães copularam; 6) foram registradas novas categorias comportamentais e 7) no primeiro dia pós-parto o pai preferiu mais a mãe do que os filhotes. Concluí-se que o conflito de interesses entre machos e fêmeas, durante parto e estro pós-parto, pode ser explicado através da Teoria da Seleção Sexual.
Numero de Controle local 182405
Número controle Bibliodata (BIBLIODATA) SC000582973
Assuntos Psicologia
Animais - - Comportamento
Roedor - Parto animal
Parto animal
Estro