Dados do Acervo - Dissertações

Número de Chamada   
 
CETD     UFSC     PPSI    0068   
Autor Principal Souza, Elaine da Silva Brito e
Demais autores Camargo, Brigido Vizeu, orientador
Autor(es) Entidade(s) Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Título Principal Aspectos comunicacionais e adoção de condutas preventivas, frente ao HIV/AIDS, por adolescentes do ensino médio de Florianópolis, Itajaí e Balneário Camboriú [dissertação] / Elaine da Silva Brito e Souza ; orientador, Brígido Vizeu Camargo. -
Publicação Florianópolis , 2002.
Descrição Física 121 f. : grafs., tabs. ; 30 cm
Notas Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Bibliografia : f. 81-86.
Notas de Resumo O presente estudo refere-se à análise da prevenção da transmissão sexual do HIV, através do estudo das relações entre aspectos comunicacionais relativos a sexualidade e a adoção de condutas preventivas diante da AIDS. Realizou-se a aplicação de 1386 questionários, abrangendo alunos da rede de Ensino Médio de Florianópolis, Itajaí e Balneário Camboriú, municípios que apresentam maiores taxas de incidências por 100.000 habitantes do país. As questões categorizadas foram analisadas de modo descritivo e correlacional, através do software SPSS versão 11.0. Uma questão aberta sobre a percepção do controle do uso do preservativo (auto-eficácia), foi tratada pelo software de análise quantitativa de dados textuais ALCESTE, que fornece classes de segmentos de texto agrupados pela proximidade do vocabulário. Os resultados indicam: a) falsos modos de transmissão do HIV fazem parte do conhecimento destes jovens sobre a doença; b) relação entre amigos como fonte principal de informação sobre HIV/AIDS e problemas de conhecimento sobre a transmissão do vírus; c) relação entre uso do preservativo e o contexto de conversa sobre sexualidade (pais e irmãos como interlocutores). A análise textual do corpus sobre a "percepção do controle" mostra que a experiência de namoro e de relação sexual influenciam na percepção da auto-eficácia, bem como caracterizam especificidade nos apelos persuasivos utilizados na comunicação preventiva com o parceiro: os jovens com experiência de namoro e relação sexual utilizam apelos persuasivos "afetivos" na comunicação com o parceiro, enquanto que os jovens sem experiência de namoro e sexual, utilizam argumentos "racionais". Estes resultados apontam para uma comunicação mais efetiva na família sobre sexualidade e AIDS, para uma reflexão de médicos e profissionais de saúde sobre seu papel na influência de comportamentos e para programas de saúde que discutam as implicações afetivas no comportamento preventivo.
Numero de Controle local 182412
Número controle Bibliodata (BIBLIODATA) SC000583007
Assuntos Psicologia
Adolescentes - Santa Catarina - Comportamento sexual
Adolescentes - Atitude
AIDS (Doença) - Prevenção
Sexo seguro para prevenção da AIDS
Adolescentes - Comunicação