Dados do Acervo - Dissertações

Número de Chamada   
 
CETD    UFSC    PPSI    0118   
Autor Principal Giombelli, Viviane
Demais autores Kubo, Olga Mitsue, orientadora
Autor(es) Entidade(s) Universidade Federal de Santa Catarina . Programa de Pós-Graduação em Psicologia .
Título Principal Percepção de pessoas de um grupo de psicoterapia psicodramática sobre aspectos envolvidos no processo psicoterapêutico [dissertação] / Viviane Giombelli ; orientadora, Olga Mitsue Kubo. -
Publicação Florianópolis, 2003.
Descrição Física 139 f. : tabs. ; 30 cm
Notas Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Inclui bibliografia
Notas de Resumo Saber que o psicoterapeuta é "gente boa", que utiliza técnicas diferentes nas sessões podem ser aspectos que levam as pessoas a participar de um grupo de psicoterapia. No entanto, talvez sejam razões insuficientes para manter as pessoas fazendo psicoterapia por tempo relativamente longo, ou por tempo suficiente. O psicoterapeuta precisa conhecer os determinantes que favorecem as pessoas a fazer psicoterapia por tempos relativamente prolongados, haja vista ser essa condição fundamental para possibilitar a ocorrência de mudanças significativas nas relações de vida das pessoas que procuram ajuda profissional. Participaram 12 pessoas de dois grupos psicoterapêuticos psicodramáticos existentes numa clínica de psicologia privada, localizada no Vale do Itajaí-SC, e dirigidos pelo mesmo psicoterapeuta. Os participantes foram entrevistados cujas perguntas se referiram aos aspectos que chamaram atenção no primeiro dia e chama atenção no presente em relação aos aspectos envolvidos na sessão. Dentre os resultados obtidos, o preparo técnico e psicológico do psicodramatista é um dos aspectos que fazem as pessoas participarem no primeiro dia e as mantêm fazendo psicoterapia em grupo. Aprender com as situações vivenciadas no grupo nas três etapas da sessão (aquecimento, dramatização e compartilhar) constitui um aspecto importante para a permanência delas no grupo. A finalidade da psicoterapia em grupo psicodramática, segundo as pessoas que participam, é uma espécie de "laboratório" para experimentar novos comportamentos. É possível concluir que, a formação psicodramática do terapeuta parece ser um fator que ajuda esse profissional a desempenhar melhor sua função junto ao grupo. O conjunto dos dados possibilita concluir que, apesar das facilidades criadas pela organização em grupo, pelas técnicas do psicodrama, sem um preparo de boa qualidade do psicoterapeuta dificilmente essas condições, por si, garantiriam uma intervenção eficiente e eficaz.
Numero de Controle local 202476
Número controle Bibliodata SC000735559
Assuntos Psicologia
Psicodrama
Psicoterapia - - Pesquisa