Dados do Acervo - Dissertações

Número de Chamada   
 
CETD    UFSC    PPSI    0162   
Autor Principal Rovani, Adriana
Demais autores Zanelli, Jose Carlos, orientador
Autor(es) Entidade(s) Universidade Federal de Santa Catarina . Programa de Pós-Graduação em Psicologia .
Título Principal Variáveis facilitadoras na execução de ações estratégicas [dissertação] : um estudo das percepções gerenciais / Adriana Rovani ; orientador, José Carlos Zanelli. -
Publicação Florianópolis, 2005.
Descrição Física 130 f. ; 30 cm
Notas Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Inclui bibliografia
Acesso Eletrônico http://www.tede.ufsc.br/teses/PPSI0162.pdf
Notas de Resumo As organizações para se manterem competitivas e se ajustar às mudanças de mercado necessitam de pessoas visionárias que planejem e executem com eficácia as ações estratégicas organizacionais. As organizações têm orientado sua administração por meio do direcionamento estratégico, onde a gerência trabalha no estabelecimento de fluxos de ações e encaminhamentos para posterior tomada de decisões. Esse processo no qual a organização define seu futuro desejado e as formas efetivas de fazê-lo acontecer ocorre, por meio do planejamento estratégico. As estratégias são definidas na organização, nos grupos e estão diretamente relacionadas com o conhecimento, com a habilidade e com as atitudes dos indivíduos da organização. O objetivo desta pesquisa identificar, na percepção gerencial, o que facilita na execução das ações estratégicas nas organizações. Para tanto, foram escolhidos os sujeitos que atuam no nível estratégico de uma empresa de grande porte no Sul do Brasil. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas recorrentes. Dos 18 gerentes que foram entrevistados, todos fizeram referência a aspectos como trabalho em equipe, comunicação, uso das ferramentas da qualidade total, planejamento, treinamento, experiência, aprendizagem e o ensino por parte dos gestores como os facilitadores para a execução das ações estratégicas organizacionais. Tais referências revelaram que os indivíduos do nível gerencial devem ter um planejamento bem elaborado e controlado com o uso de ferramentas da qualidade total, para que as ações propostas sejam executadas e se alcance os resultados desejados e programados. Além disso, revelaram que por meio do trabalho em equipe que as pessoas participam se envolvem e se comprometem na execução das ações estratégicas. A comunicação eficiente por parte dos membros da equipe faz com que alcancem o alinhamento entre as pessoas e as ações estratégicas. Para isso, são elaborados e desenvolvidos treinamentos direcionados para o aperfeiçoamento das pessoas para trabalhar com planejamento estratégico com base no método da qualidade total. Ficou evidente que as experiências dos participantes da organização e das equipes de trabalho faz diferença na execução das ações porque as decisões são tomadas com mais cautela, mais segurança e com uma aprendizagem mais ampla dos processos. Essa aprendizagem vem sendo construída ao longo do tempo pela participação, envolvimento e comprometimento das pessoas da organização e das equipes de trabalho com as ações estratégicas organizacionais. Também ficou evidente que a forma de gestão da organização pesquisada tem um diferencial competitivo que é a preocupação com a aprendizagem dos membros das equipes. Tal preocupação faz com que os gestores ensinem os participantes a trabalhar com as ferramentas adquiridas pela organização.
Numero de Controle local 214161
Número controle Bibliodata SC000797805
Assuntos Psicologia
Planejamento estrategico
Gerentes
Percepção