Dados do Acervo - Dissertações

Número de Chamada   
 
CETD    UFSC    PPSI    0182   
Autor Principal Gomes, Jean Fabrício
Demais autores Kubo, Olga Mitsue, orientadora
Autor(es) Entidade(s) Universidade Federal de Santa Catarina . Programa de Pós-Graduação em Psicologia .
Título Principal Dimensões críticas dos comportamentos que caracterizam a tarefa profissional de triar objetos de um agente de entrega de correspondência / [dissertação] / Jean Fabrício Gomes ; orientadora, Olga Mitsue Kubo. -
Publicação Florianópolis, 2005.
Descrição Física 1 v. : il. ; 30 cm
Notas Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Inclui bibliografia
Notas de Resumo Desde a última década do século XX a relação entre trabalho e aprendizagem vem ganhando importância como objeto de estudo, contribuindo para evolução da noção sobre organizações que aprendem. "Aprender" é um comportamento definido pela relação existente entre aquele que "ensina" e aquele que "aprende" e conseqüente mudança comportamental de quem aprende. Para que uma empresa "aprenda" ela precisa conhecer as características do processo produtivo e, em especial, conhecer as dimensões críticas dos comportamentos de seus trabalhadores que caracterizam uma tarefa profissional. Com isso, o aprimoramento do próprio processo se torna possível, pela retroalimentação constante possibilitada pelas avaliações dos diferentes segmentos que compõem um processo produtivo. Um dos recursos possíveis para explicitar as dimensões importantes dos comportamentos profissionais que compõem uma tarefa é realizar sua análise. Explicitada a unidade básica da análise que compõe qualquer processo produtivo (um comportamento), torna-se possível definir as propriedades das relações que influenciam a ocorrência desse comportamento, como também os comportamentos que compõem uma "cadeia" comportamental. A análise de uma cadeia comportamental possibilitará, como conseqüência, não só a compreensão das relações dos comportamentos envolvidos nessa cadeia, mas também a possibilidade de alteração de um ou mais aspectos do meio para uma possível modificação desses comportamentos. Uma análise ergonômica da cadeia comportamental de um processo produtivo pode contribuir para que as atividades profissionais sejam avaliadas e também melhoradas a relação custo-benefício do trabalho pelo e para o trabalhador. O objetivo, dessa forma, foi o de descobrir quais são as dimensões críticas dos comportamentos que compõem uma tarefa profissional de triar objetos por um agente de entrega de correspondência. Para a análise comportamental dessa tarefa, foram observados os comportamentos apresentados por um agente de uma organização de comunicação ao triar objetos para entrega, registrados em filme e depois transcritos em forma de cadeia comportamental, de acordo com a seqüência apresentada por esse agente. A análise possibilitou identificar 21 cadeias comportamentais, totalizando 177 comportamentos distintos apresentados pelo agente na execução da tarefa, que teve duração de aproximadamente 45 minutos. Esses 177 comportamentos faziam parte de cinco classes de comportamentos mais gerais que orientaram a organização das cadeias identificadas. As classes mais gerais foram: 1. separar objetos por distrito, 2. coletar objetos separados nos manipuladores, 3. separar objetos por logradouro, 4. ordenar objetos para distribuição e 5. acondicionar objetos para distribuição. A análise dos comportamentos que compunham as cadeias possibilitou descobrir: 1. que ocorriam algumas cadeias longas em um pequeno período de tempo, envolvendo primordialmente movimentos dos membros superiores; 2. que algumas cadeias foram repetidas até 1.500 vezes no intervalo de 45 minutos; 3. que havia membros de algumas cadeias comportamentais que poderiam ser suprimidos mediante alterações ergonômicas do posto de trabalho e do local de trabalho, proporcionando maior conforto durante a execução do trabalho e prevenindo o desenvolvimento de doenças do sistema ósteo-muscular; 4. pré-requisitos para o pleno cumprimento das atividades envolvidas na tarefa. Essas descobertas possibilitaram identificar os requisitos básicos para a execução da tarefa e "lacunas" de desempenho e, dessa forma, contribuir na elaboração de treinamentos que possibilitem a correção dessas "lacunas" ou de falhas nos processos de ensinar e aprender comportamentos profissionais necessários a execução de tarefas, com máximo de conforto necessário para garantir boas condições de saúde dos trabalhadores.
Numero de Controle local 221537
Número controle Bibliodata SC000833321
Assuntos Psicologia
Trabalho - - Analise
Aprendizagem organizacional
Trabalhadores - Saude