Dados do Acervo - Dissertações

Número de Chamada   
 
CETD     UFSC     PPSI    0194   
Autor Principal Lopes, Andréia de Araripe
Demais autores Zanella, Andrea Vieira, orientadora
Autor(es) Entidade(s) Universidade Federal de Santa Catarina . Programa de Pós-Graduação em Psicologia .
Título Principal O compromisso social dos psicólogos brasileiros evidenciado nas publicações da revista Psicologia: Ciência e Profissão / [dissertação] / Andréia de Araripe Lopes ; orientadora, Andréa Vieira Zanella. -
Publicação Florianópolis , 2005.
Descrição Física ix, 106 f. ; grafs. 30 cm
Notas Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Inclui bibliografia.
Acesso Eletrônico http://www.tede.ufsc.br/teses/PPSI0194.pdf
Notas de Resumo O objetivo desse estudo foi investigar o compromisso social dos psicólogos brasileiros evidenciado nas publicações da revista Psicologia: Ciência e Profissão, uma publicação do Conselho Federal de Psicologia. Buscou-se verificar quais as direções que assume o compromisso social dos psicólogos brasileiros, uma vez que consideramos que esse compromisso social não é único, mas ocorre num processo complexo de ambigüidades e contradições. Tratou-se de uma pesquisa documental cuja análise foi empreendida via articulação do conceito de compromisso social com aspectos da história da Psicologia. Foram lidos todos os artigos (429) para seleção daqueles que discutiam a prática profissional do psicólogo (120) e finalmente desses foram selecionados aleatoriamente 26 textos para a realização da análise, que foi feita com a técnica de análise de conteúdo. Concluímos que o compromisso social do psicólogo brasileiro caracteriza-se pelo movimento de discordância e contradição, convivendo simultaneamente, no interior de um mesmo trabalho, teorias ou práticas psi direcionadas ao mesmo tempo para a transformação da sociedade em direção a uma ética universal voltada para emancipação e para a manutenção da ideologia dominante reprodutora da dialética exclusão/inclusão social. Foi possível também constatar que houve uma mudança na concepção que os psicólogos fazem dos sujeitos e, conseqüentemente, dos fenômenos psicológicos nas últimas décadas: estes passaram a ser entendidos como constituídos de modo concreto, histórico e social, considerando-se a mútua relação sujeito/sociedade. Porém, se esta mudança não gerar novos referenciais teóricos e novas perspectivas de intervenção, pode servir para escamotear diferenças significativas que caracterizam a diversidade da psicologia e que a aproximam ou distanciam do modo de organização social vigente.
Numero de Controle local 222934
Número controle Bibliodata SC000840204
Assuntos Psicologia : ciencia e profissão
Psicologia
Psicologos
Psicologia - Historia
Formação profissional