Dados do Acervo - Dissertações

Número de Chamada   
 
CETD     UFSC     PPSI    0263   
Autor Principal Costa, Sibele Holsbach
Demais autores Medeiros, José Gonçalves, orientador
Autor(es) Entidade(s) Universidade Federal de Santa Catarina . Programa de Pós-Graduação em Psicologia .
Título Principal Descrição das relações professor-aluno no processo de ensino inclusivo de educação física [dissertação] / Sibele Holsbach Costa ; orientador, José Gonçalves Medeiros. -
Publicação Florianópolis , 2007.
Descrição Física 89 f. : grafs. ; 30 cm
Notas Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Fiolosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Inclui bibliografia.
Acesso Eletrônico http://www.tede.ufsc.br/teses/PPSI0263.pdf
Notas de Resumo Existem divergências sobre os objetivos de ensino da disciplina de Educação Física nas escolas regulares, e cada professor deve ser capaz de identificar o que é necessário ensinar para seus alunos, considerando seus diferentes tipos e graus de habilidades (intelectuais, sociais e motoras), apresentados na vida escolar, como um ponto de partida. Foram investigadas, neste trabalho, as características das relações professor-aluno especial, cujo foco de análise foi o comportamento dos professores a respeito da inclusão de pessoas com diagnóstico de algum tipo de deficiência em classes de ensino regular de Educação Física. Utilizou-se um procedimento de observação direta da interação professora-aluno, bem como da observação indireta (por meio de entrevistas) para ampliar a visibilidade do fenômeno observado, cujo registro ocorreu em fitas de vídeo. Posteriormente, a informação filmada foi transcrita e agrupada por observadores independentes, em classes comportamentais mutuamente excludentes. Foram construídas classes comportamentais para professores e alunos. O comportamento dos professores foi registrado em classes de eventos antecedentes e ou conseqüentes às ações dos alunos. Os dados mostram que: a) os alunos do grupo de inclusão necessitavam mais de controles explícitos para trabalharem academicamente do que os alunos do grupo de referência; b) não houve correspondência direta entre instruções e conseqüências, tendo ocorrido, para ambos os grupos, um grande número de respostas (95,81 por cento para o grupo de inclusão e 97,54 por cento para o grupo de referência) sem qualquer tipo de conseqüência observada. Pode-se deduzir, a partir dos resultados, que o ensino caracterizou-se muito mais como informativo e com prática de ações predominantemente individualistas do que formador de repertórios de conhecimentos que propiciem atitudes solidárias, voltadas ao interesse coletivo. Um planejamento de ensino que tivesse como foco preparar as crianças para viverem em sociedade lidando com questões coletivas complexas, deveria incluir em sua programação mais conhecimento e ações diretas sobre os processos comportamentais que ocorrem durante as aulas de Educação Física.
Numero de Controle local 241182
Número controle Bibliodata SC000931862
Assuntos Psicologia
Inclusão social
Educação fisica - Estudo e ensino